17 fevereiro, 2009

Próspera é tua vida!


EXPERIMENTO DA PROSPERIDADE
Os rosacruzes levam a efeito um interessante experimento
durante 40 dias, para demonstrar individual e
coletivamente o bom resultado da seguinte afirmação:
"O Cósmico é a fonte de toda prosperidade e quando mantemos em mente,
constantemente, a consciência
da prosperidade, ela se manifestará."
Quatro coisas são necessárias:

1 - Um período especial de agradecimento pela presença
da ajuda universal;
2 - Um depósito monetário diário em uma caixinha
(qualquer tipo), da mesma quantia, durante 40 dias, a
qual denominaremos de "Caixinha da Prosperidade".
3 - Visualização da prosperidade como
uma corrente, da qual participamos;
4 - Uma oração para compreensão do uso da abundância.
O sucesso tem sido total.
Agora todos estão convidados a participar
deste experimento, lembrando que a
riqueza não consiste somente de dinheiro,
mas também de:

Riqueza de Saúde

Riqueza de Poder Mental

Riqueza de Alegria de Viver

Riqueza provinda da satisfação que provém do
bom ajustamento às condições que nos cercam e de poder
melhorá-las gradativamente.
Este experimento dever ser realizado anualmente.
"A regularidade é essencial para o sucesso do Experimento"

Explicação:

A Saúde, a felicidade e a prosperidade são abundantes
no Cósmico, mas devemos suplicar, atrair estas
bênçãos, mantendo a atitude mental correta,
ou seja, uma atitude positiva.
Devemos desejá-las ardentemente,
pois só possuímos as coisas pelas quais lutamos.
Ensinaram-nos que o dinheiro é uma forma de energia.
Quanto mais livremente fluir, mais efetivo e
produtivo se torna.
O dinheiro não deve ser um bem que recebemos e guardamos,
mas devemos bem usá-lo continuamente.
Devemos ainda aprender a considerar o dinheiro
em sua verdadeira forma, uma energia e seus raios
luminosos, que devem brilhar, aconteça o que acontecer.
A energia, sob forma de dinheiro, está sempre se
manifestando para tornar-nos indivíduos livres,
amplos e felizes.
Devemos compreender esta forma de
energia, adotando a atitude mental correta para
atingirmos a corrente e maior quantidade fluirá para nós.
Devemos considerar o dinheiro como ferramenta
para nosso uso, para nos beneficiar e podermos
auxiliar os outros.
Entretanto,
o fato de despendermos dinheiro não significa
que acompanhamos a corrente.
Ele deve ser
usado de forma construtiva.
Nem a leitura, nem o estudo,
nos darão a consciência da prosperidade ou a
atitude mental correta com respeito ao dinheiro.
As duas partes da lei da prosperidade são
"DAR E RECEBER".

Devemos dar se quisermos receber
Para que a lei funcione, devemos usar o que
possuímos e por em prática a lei de DAR E RECEBER.

Se dermos livremente, de boa vontade,
regularmente e sem qualquer pensamento de negociar com o
Cósmico,
então nossa prosperidade se manifestará livre e regularmente.
Este experimento é baseado na
aplicação da lei da prosperidade.
Foi feito para desenvolver uma atitude mental positiva,
a compreensão do dinheiro
e para auxiliar-nos a entender que a fonte de
suprimento é infalível e que emite mais do que
pedimos ou aceitamos.
Considerar a prosperidade como coisa limitada
é admitir a limitação do Cósmico,
pois é dele que provém a prosperidade.
Há o suficiente para cada um de nós, sem faltar para os outros.
O objetivo de colocar uma moeda ou
nota na "Caixinha de Prosperidade"
diariamente, por 40 dias, é de aprendermos a dar com boa
vontade e livremente.
Se esquecermos de colocar UM DIA, o experimento não terá resultado.
O valor da contribuição diária é importante pela impressão
que causa em nossa consciência. Se a importância pode
ser dada sem pensar, então é duvidoso que o experimento tenha êxito.
O ato de dar deve deixar uma impressão definida na mente, diariamente.
É por isso que o mesmo valor deve ser depositado por dia.
Ao final dos 40 dias o dinheiro deve ser usado como a nossa intuição
mandar, de forma construtiva, pondo em prática a lei de
DAR E RECEBER.

Assim, mantendo na mente a afirmação de que o
Cósmico é a fonte de toda prosperidade, quando o
pensamento é positivo, abre-se o caminho
para que a prosperidade chegue até nós.
O experimento também considera
as importantes leis da visualização e reconhecimento.
Lembre-se de que a prosperidade se manifesta
de outras formas que não através do dinheiro, como
novas idéias, melhoria de negócios, emprego superior,
melhores condições de moradia, companhia e felicidade.
E sobretudo, um influxo de compreensão dos
recursos ilimitados do Cósmico para suprir
nossas necessidades.

"LEI MARAVILHOSA DA PROSPERIDADE"

Todos nós somos um, cada qual dependente e
ligado ao outro por um laço que nos torna verdadeiros irmãos.
Aquilo que tenho e aquilo que posso produzir ou
fazer é para beneficio dos outros.

"Portanto, a tua existência depende dos meus esforços
e a minha dos teus, e ambos dependemos daquilo
que os outros fazem.
A mim serão dadas as coisas que os outros necessitam de modo que eu possa
distribuí-las neste plano Cósmico".

QUE A PAZ PROFUNDA ESTEJA CONVOSCO.




"PRECE INICIAL"

Deus do meu Coração, Deus da minha compreensão,
abre o caminho para a minha grande abundância e
prosperidade, pois sou ímã irresistível para
tudo o que me pertence por direito Divino.

ASSIM SEJA!


Deus do meu coração,
Deus de minha compreensão,
envolve-me com as vibrações do
Teu Poder Cósmico e
traze para minha mente a mais alta
compreensão do uso da abundância.

ASSIM SEJA!



ORAÇÃO ROSACRUZ

Não Te pedimos mais luz, ó Deus,
Senão olhos para ver a Luz que já existe;
Não Te pedimos canções mais doces,
Senão ouvidos para ouvir as presentes melodias;
Não Te pedimos mais força,
Senão o modo de usar o poder que já possuímos;
Não Te pedimos mais Amor, senão habilidade
Para transformar a cólera em ternura;
Não Te pedimos mais alegria, senão como sentir
Mas próxima essa inefável presença,
Para dar aos outros tudo o que já temos
De entusiasmo e coragem.

Não Te pedimos mais dons, amado Deus,
Mas apenas senso para perceber
E melhor usar os dons preciosos
Que já recebemos de Ti
Faze que dominemos todos os temores,
Que conheçamos todas as santas alegrias,
Para que sejamos os Amigos que desejamos ser,
Para transmitir a Verdade que conhecemos;
Para que amemos a pureza
Para que busquemos o Bem
E, com todo o nosso poder, possamos elevar
Todas as Almas, a fim de que vivam em
Harmonia e na Luz de uma Perfeita Liberdade.


4 comentários:

disse...

nao quero estar em atalhos do caminho
nao quero me perder em desvios desnecessarios
quero apenas ter forças e coragem para seguir em frente
que as mazelas que trago pelo aprendizado necessario nao quero
que tomem de assalto o meu coraçao
que as dores que vejo com esses meus olhos cansados nao me impeçam
de continuar a ver a beleza do ceu.. das estrelas
que as palavras asperas proferidas por quem se ama nao se alojem em
meus ouvidos e nao me impeçam de escutar o vento.. o mar.. as aves..a doce voz da natureza
nao quero me disvirtuar
nao quero esquecer o quao a vida é bela
o quao devo, ao abrir os olhos
depois da noite restauradora, lembrar que
estou viva e tenho mais um dia de oportunidade aqui
ah as vezes a caminhada é tao dificil para um coraçao
que queria que a beleza tomasse conta de outros coraçoes
as vezes pesa nos ombros, por um instante apenas, a cruz
que se deve carregar
e nesse instante apenas aprender a confiar mais
esperar mais.. acreditar mais
nos perdemos muitas vezes em sentimentos mesquinhos
na falta do entendimento necessario
para com aquele que tb carrega chagas escondidas em seu intimo
como julgar? como apontar dedos?
se o que se pede é o perdao incondicional - perdoa nao sete mas
setenta vezes sete vezes
sera que sabemos perdoamos como queremos ser perdoados?
sera que entendemos como queremos ser entendidos?
o palhaço que ri ao publico é aquele que chora sozinho em sua solidao
quais sao mesmo os reais motivos que nos levam a tomar determinadas
atitudes?
atitudes que irao refletir em si proprio... no outro.. criando-se um circulo de responsabilidade ao afetar mais alguem alem de nós mesmos
sera mesmo que vale a pena? ou pode-se deixar como esta? e compreender que o outro NAO é como nós e nem como gostariamos que fosse...
que sim a atitude pertence a cada um.. intransferivelmente
nao sera melhor chorar do que fazer um outro alguem derramar lagrimas que nós provocamos?
nao sera melhor abaixar a cabeça e envergar como o bambuzal em meio a tempestade e esperar passar ? mesmo sendo criticado pelos abetos do viver?
das cinzas renasce fenix.. mais forte..
ha tempo para tudo como fala lindamente o eclesiastes
assim a natureza nos mostra em liçoes dia a dia...
pq temos tanta pressa? uma urgencia em que tudo seja para ontem? para neste momento?
me sinto assim.. com urgencia.. no urgir do tempo que eu mesma tenho criado em mim..
"uma coisa de cada vez Eleonora"...a voz querida me fala...
quebrar um vaso de barro de cada vez..uma pré - ocupaçao desnecessaria..
quem confia nao duvida...la dentro a minha insegurança me faz duvidar qdo eu se olhar para tras so tenho que confiar mais...aprender a escutar as vozes que me ajudam.. e os sinais que sempre me guiaram..
hj colho os frutos de uma boa semeadura.. eu sei.. vc sabe... mas agora planto novas sementes e nao estou tendo a calma necessaria para que eu cuide delas e no futuro elas nasçam fortes e duradouras..
agora entendi.. tomo em minhas maos as redeas de minha vida.. "penso logo existo ja disse o filosofo" e eu sou o que penso...
como diz a oraçao Rosa Cruz (que eu ja conhecia) nao peço nada mais alem daquilo que O Maior ache justo me (nos) dar e que hj e sempre( assim como pela eternidade) seja sempre feita a SUA VONTADE!

Miguel disse...

ASSIM SERÁ!

TE AMO...ALÉM

Estela disse...

Estava aqui lendo um livro de meu querido Chico Xavier, e ele diz:
" Não posso resolver o problema social da humanidade, mas, se é o prato de sopa o que posso oferecer ao faminto, eu não vou me omitir; se é o agasalho humilde, alguma coisa que possa alimentar a esperança de alguém dando a ele as forças da qual ele necessita para esperar...A caridade não resolve o problema de ninguém, mas, enquanto a pessoa não cria meios de superar as suas dificuldades existências, a caridade " aguenta as pontas", ou seja, não a deixa marginalizada, impedindo que a necessidade lhe desencadeie a revolta - revolta que, não raro, traz para o seu espírito consequências imprevisíveis porque, no clima da necessidade, a pessoa pode roubar, pode matar, pode cometer suicídio..."

Moral da história: Todos somos responsáveis!

Estela disse...

Eleonora:

Lindo seu comentário! Adorei!

¡Dios te Bendiga Mujer!